fbpx

Halana Souza

Secretário de Segurança de Embu das Artes atua contra a própria segurança da cidade

Halana Souza

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on whatsapp

São inúmeros relatos da prevaricação por parte do Secretário de Segurança Pública, Tiago Maranhão, que assumiu a secretaria em suposto acordo político com o atual prefeito Ney Santos.

As denúncias partiram da própria guarda municipal de Embu das Artes (GCM). Segundo as denúncias feitas pelos agentes da GCM e da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), corre uma lista onde alguns comércios não podem ser fechados devido os acordos políticos, passando então do horário permitido por lei e causando transtorno aos moradores próximos.

Denunciam também uma tentativa de uma “carteirada” onde um desses comerciantes se intitulou amigo do secretário Tiago Maranhão, que compareceu minutos após a chegada das viaturas afim de manter o estabelecimento funcionando, quando a ordem era de fechamento.

Outro fato é que o secretário Tiago Maranhão tenha determinado pontos de paradas das viaturas onde deixaram de fazer as rondas dentro dos bairro, dando a oportunidade de alto no crescimento dos índices.

Mesmo contrariado, os agentes da guarda municipal tem exercido seu trabalho com profissionalismo e acatando ordens do secretário, não podendo desrespeitar ordens do superior. Foi dada a ordem ao CECOM – Central de Atendimento – para não repassar as denúncias feitas através do 153 para as viaturas da guarda, apenas podem passar para os inspetores que devem decidir o que será atendido ou não.

Superior esse que assumiu a secretaria supostamente com a promessa de trazer votos ao atual prefeito, Ney Santos, mesmo sem adequada experiência ou conhecimento do que se trata a segurança pública.

A cidade está entregue a uma segurança política.

Conversas de WhatsApp mostram denúncias

Em conversas por WhatsApp, alguns guardas da GCM reclamam das ocorrências que não podem ser atendidas e do tipo de ordem que vem recebendo.

Na primeira conversa, a fonte diz que a maioria das ocorrências recebidas pelo CECOM – Central de Atendimento 153, não estão sendo atendidas.

GCM 01:17 – Hoje nós tivemos mais de 70 denúncias no CECOM e somente 06 ocorrências atendidas
GCM 01:18 – 64 munícipes não foram atendidos pela GCM
GCM 01:19 – Outra coisa, ontem teve um homícidio no Sta Clara por volta de 21h, isso já é reflexo da falta de patrulhamento devido as viaturas estacionadas

Em outra conversa, um GCM conta de uma ocorrência de reclamação de perturbação da ordem e sossego, desrespeitando o decreto estadual.

Ao irem até o local, o proprietário do bar chamou o secretário Tiago para que a lei não fosse cumprida.

GCM 01:17 – Bom dia amiga
No último dia 23, por volta de 19h, uma equipe nossa foi fechar um bar neste endereço, com quase 100 pessoas dentro com música alta e algazarra. Devido a multidão e o dono do bar se intitular amigo do secretário Tiago e desrespeitar a ordem de fechamento foram chamadas todas as viaturas, inclusiva as ROMU. Cerca de 20 minutos chegou o secretário Tiago para impedir o fechamento, mas os guardas se recusaram a atender a ordem do secretário, e após esvaziar o bar o fecharam. O bar não tinha nenhuma autorização para funcionar, nem CCM e nem alvará, e estava em desacordo com o decreto estadual de evitar aglomerações. Segundo alguns GCMs que estão indignados com a interferência do secretário no cumprimento da lei, são várias ocorrências que Tiago tenta interferir.

Segundo relatos, mesmo com interferência, o local foi fechado nesta ocorrência.

GOSTOU DESSE CONTEÚDO?

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS NOTÍCIAS

Search
Generic filters
Filter by Categorias
Arte e cultura
Cidade
Colunistas
Halana Souza
Hilka Caldi
Marcel Moreno
Pullman Pullman
Tadeu Veron
Editorial
Educação
Enquete da semana
Especial
Fato ou fake?
Featured
Meio ambiente
Mobilidade e transporte
Moradia
outros
Saúde
Segurança
Sem categoria

Buscas mais realizadas:
neyembupolíciapastorpizza

>